Certificado de profilaxia começa a ser emitido pela internet

Certificado de profilaxia.(Foto:Divulgação)

Medida deve economizar R$ 120 milhões dos cofres públicos


Mais de cem países pedem o documento para autorizar a entrada de viajantes.(Foto: Divulgação)

Todo o procedimento para emissão do Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia (CIVP), da solicitação à emissão, passou a ser totalmente digital nesta terça-feira (29). A facilidade vai beneficiar os viajantes, que não precisarão mais procurar as unidades da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para adquirir o documento.

Na plataforma, será necessário enviar as informações do cartão de vacina que ateste que o cidadão recebeu a dose e realizar um cadastro. Quando o processo for aprovado, basta imprimir o documento. Em média, mais de 730 mil solicitações desse tipo são feitas todos os anos.

Entrada

Mais de 100 países exigem dos turistas que ingressam em suas fronteiras a comprovação de que eles estão imunizados contra a febre amarela. Quem pretende visitar o exterior e precisa do certificado, basta acessar o Portal de Serviços do governo federal.

A ação vem na esteira de um conjunto de medidas para reduzir a burocracia de serviços ao cidadão. Com isso, a estimativa é de que haja uma economia de gastos de R$ 120 milhões com a emissão digital dos certificados. Ministério da Economia

Be the first to comment on "Certificado de profilaxia começa a ser emitido pela internet"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*